sexta-feira, 1 de junho de 2018

Lições da greve dos caminhoneiros 2018


Temos alguns aspectos a serem observados nessa greve dos caminhoneiros. A muito tempo os caminhoneiros estavam descontentes com a política nacional de preços de combustíveis (PETROBRÁS) descontentes com os fretes (GOVERNO FEDERAL) descontentes com as jornadas de trabalho ( MINISTÉRIO DO TRABALHO) descontentes com os salários (EMPRESÁRIOS DO SETOR).
Eles tinham muitos descontentamentos.Pois bem avisaram ao governo sobre a situação e a eminência de fazerem uma greve nacional..Algo que não era tão inesperado assim . O governo ignorou e deu nisso ai. A demora a tomar as medidas básicas foi outro erro do governo. Causou transtorno a população brasileira.
Mas mesmo assim eles obtiveram o apoio da polução.A pergunta é.Como assim ?.
É que o povo brasileiro sinalizou que está preparado para fazer sacrifícios em favor de um bem imediato para obter um bem futuro. Estamos prontos para avançarmos em nossas conquistas coletivas.
Vemos que faltou habilidade do governo em lidar com a situação.Ficaram perdidos.Faltou uma liderança que fosse hábil para lidar.
Dos caminhoneiros faltou unir essa grande quantidade de representantes .O ideal que houvesse 3 representantes dos caminhoneiros.
  • Um dos motoristas de caminhões autonomos
  • Outro dos empresários
  • e um outro dos empregados.   

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Quase fim da greve dos caminhoneiros no DF.

A greve dos caminhoneiros continua impactando o abastecimento de veículos na capital. Iniciado no fim de semana, o envio de caminhões aos postos, com escolta da Polícia Militar, continua nessa segunda-feira (28/5). Até a última atualização desta matéria, 20 caminhões de gás e combustível haviam saído das distribuidoras. A operação, no entanto, ainda não foi suficiente para normalizar a situação.
Segundo Carlos Alves dos Santos, presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados do DF (Sinpospetro-DF), a estimativa é que apenas 30% dos postos do Distrito Federal tenham gasolina, o que tem feito com que as filas continuem grandes diante dos estabelecimentos. 
O
motorista brasiliense deve se preparar também para pagar mais caro pelo combustível. A gasolina que começa a chegar hoje ao DF tem menor concentração de etanol, o que deve elevar o preço. Além disso, a alta demanda faz com que alguns empresários aproveitem a situação e subam os preços.

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Brasileiros não tem noção da própria realidade

Os brasileiros têm a tendência de perceber um quadro pior do que a realidade ou têm pouca familiaridade com características do seu próprio país. Segundo uma pesquisa realizada em 38 países, os brasileiros só ficam à frente dos sul-africanos em um ranking que mede a percepção equivocada que as pessoas têm da realidade à sua volta.
Elaborado pelo instituto britânico Ipsos Mori, o levantamento confrontou dados oficiais com a percepção que as pessoas têm deles. As perguntas dos entrevistadores incluem temas como taxa de homicídios, criminalidade de estrangeiros, consequências de ataques terroristas, saúde, religião, consumo de álcool, entre outros.
O ranking da pesquisa, chamado Índice de Percepção Equivocada, é liderado por África do Sul, Brasil, Filipinas, Peru e Índia. Já o outro extremo da lista, que mostra os países onde a população mostrou estar atenta à sua realidade é encabeçado por Suécia, Noruega, Dinamarca, Espanha e Montenegro.
A visão brasileira
Quantas garotas de 15 a 19 anos engravidam no Brasil? Os brasileiros acreditam que 48% dão à luz, mas os dados oficiais mostram que são apenas 6,7%. Quando questionados sobre quantos estrangeiros compõem a população carcerária do país, os brasileiros em média disseram acreditar que a taxa chega a 18%, mas o número oficial é 0,4%..

O mesmo se repete com os homicídios. Quando questionados se acreditam que a taxa de homicídios é mais alta no país hoje do que em 2000, 76% afirmaram que sim. Mas, segundo o instituto, a taxa, apesar de alta, é a mesma – cerca de 27 homicídios por cada 100 mil habitantes.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Menor preço em Brasilia de Hortifruti - 21.04.2018

Período de 20 á 21.04.2018
  1. Alho á granel        kg - R$ 9,90
  2. Abobora                kg - R$ 2,49
  3. Batata doce           kg - R$ 2,19  
  4. Banana nanica     kg - R$ 1,79
  5. Cebola                   kg - R$ 4,69
  6. Cenoura                kg - R$ 3,19
  7. Limão Taiti           kg - R$ 1,98              
  8. Maracujá azedo   kg - R$ 3,99
  9. Mamão formosa  kg - R$ 2,99
  10. Melão                   kg - RS 2,99

terça-feira, 8 de maio de 2018

Another Brick in the wall - Grupo Musical do Azerbaijão

O grupo Ans Bizimkiler reúne grandes músicos do Azerbaijão para tocar clássicos do pop, rock, jazz e blues. Um dos vídeos que bombou na internet foi da interpretação espetacular do clássico “Another Brick in the Wall”, do Pink Flo... - Veja mais em https://uolmusica.blogosfera.uol.com.br/2016/08/11/musicos-do-azerbaijao-dao-toque-oriental-a-classico-do-pink-floyd-veja/?cmpid=copiaecola.

The project was created by the ANS holding in 2012, and since then they’ve been giving an amazing ethnic Azeri sound to hits from all over the globe, from Pink Floyd to T.a.T.u. “We mostly just picked songs from my iPhone’s playlist,” says the projects manager. The musicians only use Azerbaijani folk instruments for their reimagined cover versions, but only play foreign songs, to bring the average Azerbaijani listeners closer to their own culture.